Áreas de Intervenção > Saúde Comunitária

Nas comunidades no Norte da Ilha do Bazaruto e na área da vila d Inhassoro, as principais carências e problemas identificados são:

  • Higiene básica

  • Falta de medicamentos

  • Necessidade de um enfermeiro permanente para a comunidade da ilha

  • Necessidade de uma infra-estrutura permanente de atendimento

  • Ausência de informação/formação de educação sexual para evitar doenças infecto-contagiosas (HIV) e filhos não planeados

  • Falta de informação sobre a Malária, Cólera, Tuberculose e o HIV

  • Consumo elevado de álcool

  • Consumo de erva local, suruma


PROJECTOS

Visitas anuais de um médico para consultas na Ilha do Bazaruto

Acção
Visita de um médico, acompanhando as missões da SIM ao local, para avaliação e aconselhamento à população do Bazaruto duas vezes por ano. Quando for possível ter um enfermeiro permanente no local, esta visita também servirá para dar formação e fazer uma análise dos relatórios elaborados pelo enfermeiro.

 


 

Garantir o serviço de um enfermeiro de forma regular no posto de saúde

Acção
Solicitar o serviço de um enfermeiro em Inhassoro, disposto a trabalhar na Ilha do Bazaruto a tempo inteiro. Para reduzir as despesas de deslocação, propomos que o enfermeiro trabalhe um mês e descanse uma semana, e assim sucessivamente.

Esta presença é fundamental para monitorizar e travar as doenças que vão surgindo frequentemente na Ilha, e que acabam muitas vezes por ser mortais e epidémicas.

 


 


Estimular o empenho voluntário de médicos e de outros profissionais de saúde para consultas e formação.

Acção
Procurar estabelecer uma parceria junto do Instituto de Higiene e Medicina Tropical, para obtenção de informação útil sobre ilhas tropicais e verificar se existem voluntários com experiência que queiram participar nesta acção.

Qualquer voluntário nestas condições que pretenda colaborar connosco poderá contactar-nos através da secção Voluntariado ou Contactos, ou falar connosco através da página de facebook.


 




Equipar o posto de saúde com equipamentos e utensílios básicos

Acção
Não existe equipamento básico no posto de saúde pelo que propomos equipá-lo com uma maca, termómetros, medidores de tensão arterial, estetoscópios, uma balança, entre outros, mediante aconselhamento de um médico.


 




Medicamentos para malária, cólera, tuberculose e SIDA

Acção
Desenvolver uma parceria com distribuidores em Moçambique para se conseguir preços acessíveis na aquisição de medicamentos que combatam estas doenças e que cubram pelo menos 50% da comunidade. Propomo-nos equipar o posto médico com desinfectantes, álcool, algodão, compressas, seringas, pensos rápidos, pomadas para picadelas de mosquitos, entre outros.

 

 




Desenvolver campanhas de sensibilização e prevenção sobre regras básicas de higiene, malária e doenças infecto-contagiosas como a SIDA, a cólera ou a tuberculose

Acção
Investigar, reunir e desenvolver informação que é transmitida em acções de formação, pelo menos uma vez por ano, durante as nossas missões na Ilha. Estas apresentações são acompanhadas de folhetos e cartazes que auxiliam a apresentação da informação e ficam afixados na escola, par auma amior sensiblização.


 




Desenvolver acções de educação sexual

Acção
A educação sexual é um tema a que se tem de dar especial atenção porque o número médio de filhos por mulher é elevado, ocorrendo a gravidez em especial na adolescência. Assim, para além de terem poucas condições económicas para criar as crianças, as jovens raparigas abandonam os estudos cedo. Contudo, é de salientar a importância cultural deste acto e por isso as acções de educação sexual devem ser feitas de forma contínua e persistente de forma a mudar mentalidades, por via de acções de formação e folhetos. Estas acções são de extrema importância a longo prazo, permitindo aos jovens adolescentes ter consciência das consequências de ter um filho na adolescência.


 



Planeamento familiar

Acção
Acompanhamento de jovens que pretendam informar-se sobre os riscos inerentes às práticas sexuais. Garantia de acesso a métodos contraceptivos para a população, com o objectivo de reduzir a gravidez não planeada. Acompanhamento maternal para garantir uma gravidez saudável e estável. Este serviço deverá ser garantido pelo enfermeiro no posto médico com uma periodicidade semanal.


  


 

Distribuição de redes mosquiteiras à população


Acção
Distribuir e sensibilizar a população da Ilha para o uso de redes mosquiteiras como método de protecção para doenças transmitidas por insectos.

 




Levantamento de outras necessidades

Acção
Observação participante junto da população, sempre que é feita uma missão da SIM no local, fazendo o levantamento de outras necessidades que possam ser identificadas.
 

notícias
Com todos os direitos reservados da (ONGD) SIM, Solidariedade Internacional a Moçambique - © 2011 design binário